Depoimento de Jean Marc von der Weid

Atualizado: 4 de Set de 2019

Jean Marc von der Weid, economista agrícola e ambientalista.


Jean Marc entra em 1968 na Ação Popular (AP), organização política criada em 1962, originária da Ação Católica.


Mesmo na clandestinidade foi eleito em março de 1969 presidente da UNE (União Nacional dos Estudantes) em setembro do mesmo ano, foi preso e levado ao CENIMAR na Ilha das Flores. Para o seu lugar foi indicado para presidência da UNE o seu vice Honestino Guimarães.


Jean Marc só foi libertado em 15 de janeiro de 1971, trocado pelo embaixador suíço, Giovanni Bucher que havia sido sequestrado pela Vanguarda Popular Revolucionária.

Banido do Brasil, seguiu para o Chile, Argentina e depois para a França retornando ao país após a anistia em 1979. Como economista agrícola, tem atuado na AS-PTA (Agricultura Familiar e Agroecologia), cujo trabalho é voltado para o fortalecimento da agricultura familiar e a promoção do desenvolvimento rural sustentável no Brasil. Também é membro da ANA, Articulação Nacional de Agroecologia, entidade criada em dezembro de 2002.





69 visualizações

Deixa Falar: Criação e Edição de Raul Milliet Filho

© 2020 por DEIXA FALAR - O Megafone da cultura -  Orgulhosamente criado com Wix.com