Contra o fascismo e o neoliberalismo. Contra os megaeventos.

O Deixa Falar vem manifestar publicamente sua posição de unidade da centro-esquerda nas eleições municipais de outubro próximo, bem como de combater as políticas neoliberais em todas as três esferas de poder.


Desde 1978 nos posicionamos contra os megaeventos. Várias matérias foram escritas. Vários artigos e documentos amplamente fundamentados foram lançados e divulgados. Nesta matéria apresentamos uma fala de cerca de 10 minutos do editor do Deixa Falar no ano de 2013 no plenário da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro a convite da bancada do PSOL.


Na sequência uma crônica de João Saldanha de 1986 e um artigo na Folha de São Paulo em 2004, abordando o mesmo tema.


Estamos abertos ao diálogo e convidamos a todos aqueles que desejarem debater democraticamente este assunto. Afinal realizar o Pan-Americano, a Copa do Mundo e as Olimpíadas foram erros crassos. Tanto do ponto de vista de uma política educacional, urbanística quanto da visão de privilegiar o esporte social.


Sugerimos a leitura desses dois artigos:


1. Crônica de João Saldanha: "Um gol da Previdência" 1986 JB


2. Os esportes de alto rendimento são sobrevalorizados no Brasil? SIM

Zuca Sardan e as novas platéias dos estádios FIFA no Brasil

Em homenagem a João Saldanha, Raul Milliet Filho faz duras críticas aos megaeventos


Em 2013, os vereadores Eliomar Coelho, Paulo Pinheiro e Renato Cinco formularam e protocolaram um projeto de lei propondo modificar o nome do “Engenhão” de Estádio Olímpico João Havelange para Estádio Olímpico João Saldanha. O editor do Deixa Falar, Raul Milliet Filho, esteve presente na solenidade na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro para dar o seu recado.


Em 10 minutos, Raul – eleitor e admirador de Lula – não poupou críticas à Política de Esportes que privilegiou os megaeventos no governo do PT. Afinal de contas, apoiar um governo não significa poupá-lo de críticas necessárias.


Ouçam e opinem.




Raul Milliet Filho é Historiador, criador e editor responsável deste blog, mestre em História Política pela UERJ, doutor em História Social pela USP. Como professor, pesquisador e autor prioriza a cultura popular. Gestor de políticas sociais, idealizou e coordenou o Recriança, projeto de democratização esportiva para crianças e jovens. Autor de “Vida que segue: João Saldanha e as copas de 1966 e 1970” e do artigo “Eric Hobsbawm e o futebol”, dentre outros. Dirigiu os documentários: “Quem não faz, leva: as máximas e expressões do futebol brasileiro” e “A mulher no esporte brasileiro”.

0 visualização

Deixa Falar: Criação e Edição de Raul Milliet Filho

© 2020 por DEIXA FALAR - O Megafone da cultura -  Orgulhosamente criado com Wix.com