Mágica

por Raul Milliet Filho


Luis Fernando Veríssimo escreve e lança o dardo como poucos. Recorta o que vê com uma máquina fotográfica de Cartier-Bresson e a magia de O Tempo e o Vento.


Luís Fernando Veríssimo

Ivan Ângelo, definiu bem o que é a crônica:


“Há crônicas que são pequenas dissertações, como em Machado de Assis; Outras são poemas em prosa, como em Paulo Mendes Campos; outras são pequenos contos, como em Nelson Rodrigues; ou casos, como os de Fernando Sabino; outras são evocações, como em Drummond e Rubem Braga; ou memórias e reflexões, como em tantos. A crônica tem a mobilidade de aparências e discursos que a poesia tem – e facilidades que a melhor poesia não se permite.”


Veríssimo se transporta para o universo de um dos nossos maiores cronistas em prosa e canção: Aldir Blanc.


Aldir que foi um nobre discípulo de Noel Rosa.




Raul Milliet Filho é doutor em História pela USP, professor, pesquisador, especialista em políticas sociais na área pública e editor responsável e criador do “Deixa Falar: Megafone da Cultura”.




145 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Deixa Falar: Criação e Edição de Raul Milliet Filho